Ofício do Secretariado sobre nova Sessão da Assembleia

Senhor Presidente da Assembleia-Geral da Liga das Micronações, Senhores Chefes de Delegação dos Estados-Membros da Organização e demais Adjuntos, Membros da Comunidade Internacional, Dada a posse à Presidência da Assembleia-Geral, fica iniciada oficialmente a 3ª Sessão da Assembleia-Geral da Liga das Micronações. É importante que o Plenário tenha capacidade de se organizar rapidamente para administrar os trabalhos e demandas que são apresentadas pelos diversos Membros da organização, e que não percamos o entusiasmo demonstrado por vários dos delegados nas conversas que transpiraram nas últimas semanas de recomposição desta Casa. CONVENÇÕES O Secretariado permanece resoluto na condução de uma pauta positiva para a Liga e para todo o micronacionalismo lusófono, que reconheça as deficiências estruturais que persistem e que dirija os esforços deste Plenário na direção dos debates e argumentos que colaborem para a criação de mecanismos e regulamentos satisfatórios para debelar os males que afligem nosso subsistema internacional, e é com esse objetivo que urjo a Presidência da Assembleia a incluir na pauta de seus debates, em caráter proeminente, o desenho compreensivo de Convenções internacionais que vislumbrem os diversos aspectos de nossa comunidade de nações e preencham com seus regulamentos as lacunas que se conservam presentes e que ameaçam a qualidade e a substância tanto dos projetos que desejam se inserir no seio dessa comunidade, quanto das relações entre aqueles Estados mais tradicionais e longevos. Em 2 de abril de 2014, quando presidi a 1ª Sessão desta organização, elaborei acerca de um tripé de Direito Internacional que me parecia à época, e ainda parece, essencial para resolver, ao menos inicialmente, os problemas mais célebres e mais idosos de nossa...