Ato de Fundação da Liga das Micronações

21 de fevereiro de 2014

O IMPÉRIO ALEMÃO, O REINO DA ITÁLIA, O REINO DE PATHROS, O REINO DOS PAÍSES BAIXOS, O REINO UNIDO DE PORTUGAL E ALGARVES E O SACRO IMPÉRIO DE REUNIÃO,

DETERMINADOS a estabelecer as relações internacionais como vetor importantíssimo do desenvolvimento de uma prática micronacional harmônica e que gere benefícios a todos os Povos,

COMPREENDENDO a importância da diplomacia, da cooperação e da integração na construção de um sistema internacional livre de vícios, pautado no respeito entre os Estados,

COMPREENDENDO também que a articulação intergovernamental possibilita a todos os Estados a análise conjunta de problemáticas comuns entre si, na medida em que enseja a troca de opiniões e experiências e propicia o progresso social,

REAFIRMANDO a fé na pessoa humana e o respeito a seus direitos mais fundamentais, assim como na igualdade de direitos entre homens e mulheres, de nações grandes ou pequenas,

PRETENDENDO estabelecer um fórum multilateral permanente entre as Nações,

FUNDAM aos 21 de fevereiro de 2014 a Liga das Micronações.

 

pelo Império Alemão,
Guilherme III Luís, Imperador

pelo Reino da Itália
Francesco III, Rei

pelo Reino de Pathros,
Ninus III, Rei

 

pelo Reino dos Países Baixos,
Oswald I, Rei

pelo R. U. de Portugal e Algarves,
Felipe VII, Rei

pelo S. Império de Reunião,
Flávio de Nunes Henrique, Regente